Espetáculos premiados, debates e lançamento de livro integram a Mostra Pernalonga de Teatro

Evento gratuito acontece no Recife e em Ingazeira entre os dias 22 e 27 de agosto

 

A Mostra Pernalonga de Teatro é a mais nova ação de incentivo às artes cênicas, promovida pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundarpe. A mostra – que ocorrerá de 22 a 27 de agosto no Recife e Ingazeira – irá colocar em cena os espetáculos vencedores do 1º Prêmio Roberto de França (Pernalonga) de Teatro. A premiação, que teve seus escolhidos anunciados no final do ano passado, tem como objetivo reconhecer, valorizar e incentivar o teatro pernambucano. O nome do prêmio e da mostra homenageia o ator pernambucano Pernalonga, que neste mês de agosto estaria completando 60 anos de idade.

A programação também envolve o lançamento de outro produto fruto da política pública de cultura para o teatro. O livro Dramaturgias – Vol.1, publicado pela Cepe Editora, será lançado no domingo (25). A publicação reúne os textos dos autores Andala Quituche, Raphael Gustavo, Alex Apolonio, Cleyton Cabral, Maria Oliveira, André Filho e Alberto Amaral, que saíram vencedores do Prêmio Ariano Suassuna de Cultura Popular e Dramaturgia. Era previsto no edital que as peças inéditas premiadas tivessem seus textos publicados, como forma de incentivar a montagem das mesmas. A Mostra Pernalonga também cumpre a função de ser mais uma plataforma para as montagens das peças escritas.

Divulgação

Divulgação

O livro “Dramaturgias Vol.1″, editado pela Cepe, reúne os textos dos vencedores do Prêmio Ariano Suassuna de Cultura Popular e Dramaturgia

“Essa mostra é muito importante porque se constitui em mais uma plataforma, uma vitrine para que a produção cultural e artística do Estado possa escoar. E, neste caso, dialogando ainda com outras políticas criadas pelo Governo, como o Prêmio Ariano Suassuna de Cultura Popular e Dramaturgia. Amarrar todas essas pontas da cadeia produtiva de um setor tão expressivo da nossa cultura que é o teatro, ou seja, cuidar da criação, do incentivo ao dramaturgo, depois lançar seus textos e poder exibi-los numa mostra como essa que estamos fazendo é de fato cuidar do fomento dessa linguagem, proporcionando que ela se fortaleça cada vez mais, como resultado de todo esse investimento que está sendo feito”, reflete o secretário de Cultura Gilberto Freyre Neto.

O presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, ressalta a política de incentivo às artes do Governo de Pernambuco. “Essa mostra vem se somar a outros esforços do Governo no âmbito, por exemplo, da valorização ao patrimônio cultural, com o concurso do Patrimônio Vivo, da literatura, com o prêmio Hermilo Borba Filho de Literatura, a fotografia, a cultura popular, que também tem seus prêmios, sem contar os próprios ciclos festivos como o das Paixões, e nossos festivais, que abrem espaço para a produção de várias linguagens, sendo o teatro um dos mais expressivos e representativos. A mostra ainda auxilia a dinamizar importantes equipamentos culturais do Governo, como é o caso do Teatro Arraial Ariano Suassuna, que tem cada vez mais sido o palco dos jovens e talentosos nomes de nossas artes cênicas, e também do Espaço Pasárgada, que receberá a parte formativa da mostra”, ressalta Canuto.

“A mostra será antes de tudo uma celebração à arte do encontro, com muitos lançamentos. Teremos ações formativas, espetáculos teatrais e um lançamento de livro que marcará história na dramaturgia pernambucana. Na abertura, além de lançarmos o edital do 2º Prêmio Roberto de França – Pernalonga de Teatro, teremos uma cena homenagem com as artistas Sharlene Esse, Odilex Lins e Andreia Valois ao artista pernambucano Pernalonga, que dá nome ao prêmio e à mostra. Além disso, há uma ação de intercâmbio no Sertão, na zona rural de Ingazeira. Temos na Mostra uma verdadeira celebração das obras premiadas por Pernambuco”, conta José Neto Barbosa, assessor de Teatro e Ópera da Secult e curador do evento.

Os espetáculos da I Mostra de Teatro Pernalonga trazem como características importantes – motivo pelos quais foram vencedores tanto no Prêmio Pernalonga quanto no Prêmio Ariano Suassuna – a questão da acessibilidade comunicacional ou cognitiva, contribuição e impacto sociocultural para comunidades e contribuição para o debate em questões de gênero e sua diversidade.

PRÊMIO PERNALONGA – Anunciado em dezembro de 2018, o concurso premiou na categoria “Teatro Adulto” o espetáculo “Salmo 91″, da Cênicas Cia de Repertório. Na categoria “Espetáculo para Infância e Juventude”, o vencedor foi o espetáculo “Chico e Flor Contra os Monstros na Ilha do Fogo”, da Cia Biruta de Teatro, de Petrolina. Na categoria “Espetáculo Solo”, venceu “Soledad, a terra é fogo sob nossos pés”, do Grupo Cria do Palco Recife.

Na categoria “Iniciativa Coletiva”, o prêmio maior fica com o Festival de Teatro do Agreste – Teatro Experimental de Arte (Feteag), do Teatro Experimental de Arte/TEA, de Caruaru. E na categoria Iniciativa Individual, a premiada é Odília Nunes, do projeto “No Meu Terreiro Tem Arte”, do município de Ingazeira. O total da premiação foi é de R$ 90 mil, sendo R$ 25 mil para Espetáculo Adulto, R$ 25 mil para Espetáculo para Infância e Juventude, R$ 10 mil para Espetáculo Solo, R$ 10 mil para Iniciativa Individual e R$ 20 mil para o vencedor da Iniciativa Coletiva.

I MOSTRA PERNALONGA DE TEATRO – PROGRAMAÇÃO

RECIFE E INGAZEIRA

SEXTA-FEIRA (23)
15h – Oficina sobre editais, com foco no Prêmio Roberto De França – Pernalonga de Teatro, com José Neto Barbosa, assessor de Teatro e Ópera da Secult-PE
Local: Espaço Pasárgada

19h – Espetáculo Adulto com debate sobre a obra
“Salmo 91” (Cênicas Cia. De Repertório/Recife)
Local: Teatro Arraial Ariano Suassuna

SÁBADO (24)
9h às 16h – Oficina “Iniciação Teatral: Presença Na Cena” Com Jackson Freire e Pedro Henrique (Teatro Experimental De Arte/Caruaru)
Local: Espaço Pasárgada

19h – Espetáculo Adulto com debate sobre a obra
“Soledad, A Terra É Fogo Sob Nossos Pés” (Grupo Cria Do Palco/Recife)
Local: Teatro Arraial Ariano Suassuna

DOMINGO (25)
9h às 16h – Oficina “Teatro De Memória” Com Odilia Nunes (Ingazeira)
Local: Espaço Pasárgada

16h – Espetáculo para a Infância
“Chico E Flor Contra Os Monstros Da Ilha Do Fogo” (Cia. Biruta De Teatro/Petrolina)
Local: Teatro Arraial Ariano Suassuna

19h – Lançamento de Livro
Dramaturgias – Vol. 1 (Textos vencedores do Prêmio Ariano Suassuna), da Cepe Editora
Local: Teatro Arraial Ariano Suassuna

SEGUNDA-FEIRA (26)
14h às 17h – Oficina “Tradições da Mata para a preparação do ator: Cavalo Marinho” Com Mestre Grimário e Andala Quituche
Local: Espaço Pasárgada

19h – Espetáculo Adulto
“Sina” (Coletivo Labuta De Teatro/Olinda)
Local: Teatro Arraial Ariano Suassuna

19h – Espetáculo para a Infância
“Histórias De Cascudo” (Cia. Biruta De Teatro/Petrolina)
Local: Sítio Minadouro (Zona Rural) em Ingazeira – Projeto No Meu Terreiro Tem Arte

TERÇA-FEIRA (27)
13h às 18h – Oficina “A personificação da máscara neutra com o grupo São Gens de Teatro”
Local: Espaço Pasárgada

19h – Espetáculo Adulto
“O Gaioleiro” (Cia. Experimental De Teatro/Vitória De Santo Antão)
Local: Teatro Arraial Ariano Suassuna

 

Fonte:

http://www.cultura.pe.gov.br/canal/artescenicas/espetaculos-premiados-debates-e-lancamento-de-livro-integram-a-mostra-pernalonga-de-teatro/

 

Programação:

André Silva

2019-08-20T12:58:37+00:00 agosto 20th, 2019|Notícias|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário