Grêmio Lítero Musical bonjardinense comemora 86 anos de resistência musical

Fundado em 22 de outubro de 1932, o Grêmio Lítero Musical Bonjardinense chega aos 86 anos de existência. A  banda é uma referência cultural de Bom Jardim e do  Agreste  pernambucano. Para comemorar o aniversário de fundação, a diretoria  do Grêmio organizou,  com o apoio da Paroquia de Sant’Ana, a celebração de uma missa em ação de graças, hoje, às 19 horas, na Praça São Sebastião, centro da cidade.

 

O atual  presidente do Grêmio Lítero Musical Bonjardinense, maestro Felipe Barbosa, diz que se sente desafiado todos os dias para fazer o melhor pela instituição: “Quero sempre fazer o melhor no seguinte. Ser presidente não é ostentar cargo, é assumir compromisso com valores culturais, preservar o legado do Mestre Teté. O objetivo da diretoria é fazer um resgate da cultura, dos valores culturais de Bom Jardim, nos quais o Grêmio é um dos mais importantes por razões simples, por ter  revelado para a música Brasileira e Pernambucana, Dimas Sedícias, Aírton Barbosa e tantos outros músicos. Já comecei o trabalho musical infantil aqui no Grêmio, pensando justamente nas suas tradições  que, desde  do Meste Teté, tinha um trabalho musical , depois passou por George Ferreira, Lula Barbosa,  Lula Félix, Major Martins, Juliano Barbosa, e o último a ter um trabalho de educação musical no Grêmio foi Mac Sedícias que é o vice presidente. Orgulho é um sentimento sim, por eu estar à frente do Grêmio neste momento.

Para saber mais sobre a história do Grêmio assista ao Vídeo SALVE A RETRETA – A música em Bom Jardim – PE, produzido por Juliano Barbosa em https://www.youtube.com/watch?v=NggYLsNZrcY

Matéria: Edgar S. Santos/ Fotos: Grêmio Lítero Musical Bonjardinense e Edgar S. Santos

 

 

 

 

 

 A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas no palco, pessoas em pé, multidão e atividades ao ar livre

2018-10-22T15:03:00+00:00 outubro 22nd, 2018|Ponto de Cultura, Vitrine|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário