Pernambuco Criativo promove workshop de dança e música moçambicana

Programação gratuita é alusiva ao mês da Consciência Negra

Durante o mês de celebração da Consciência Negra, o Programa Pernambuco Criativo, a Secult-PE e a Fundarpe promovem workshop de dança e música moçambicana no Museu de Artes Afro-Brasil Rolando Toro (MUAFRO). A atividade acontece na quinta-feira, 22 de novembro.

Artistas moçambicanos realizam workshop gratuito no Recife

 

Em passagem por algumas cidades do Brasil, como São Paulo, a dupla de artistas moçambicanos Xixel Langa e Cheny Wa Gune chegam ao Recife para apresentação no Concerto Sons do Índico, que acontecerá também no dia 22, no Teatro Arraial; e conta com a participação especial dos artistas Lucas dos Prazeres e Manuel Castomo. A convite do Programa Pernambuco Criativo, por meio da articulação da Assessoria de Dança da Secult-PE, os artistas vão ministrar a oficina de ritmos, melodias, cantos, instrumentos e danças de Moçambique. Também será aberta uma roda de conversas para interação com os participantes sobre a origem dos instrumentos Timbila, Xitende e Mbira, típicos do Moçambique e região do Zimbábue. Cantorias nas línguas do sul, centro e norte do país com temas que ressaltam o nascimento, amor, colheita, superação e espiritualidade também estão programadas.

Maria Paula Costa Rêgo, assessora de Dança da Secult-PE, considera de suma importância a iniciativa. “É uma oportunidade para enriquecer o repertório da dança local, pois possibilita a expansão do vocabulário do artista, levando-o a ampliar possibilidades estéticas e profissionais, principalmente aqueles devotados ao estudo da estética afro”, afirma.  Para além do tradicional estudo sobre o ritmo da capoeira e orixás que já existe na cidade, para Maria Paula, “é preciso expandir e trocar experiências com outros ritmos e culturas do continente africano, bem como abrir perspectivas de intercâmbio com Moçambique e outro países que integram a CPLP – Comunidade de Países de Língua Portuguesa”.

O workshop é uma realização do Pernambuco Criativo e conta com o apoio do Museu de Artes Afro-Brasil Rolando Toro. A participação no evento é gratuita e deve ser feita através do e-mail: dancaformacao@gmail.com

Cheny Wa Gune
Músico muito respeitado em Moçambique. É especialista em Mbira e Timbila, começou a tocar o instrumento quando tinha apenas 5 anos de idade. A timbila é um instrumento de percussão tradicional moçambicano considerado Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

Xixel Langa
Cantora e dançarina renomada, é filha do grande mestre da guitarra Hortêncio Langa. Lançou um DVD chamado “Inside me”, que mescla músicas tradicionais moçambicanas a um repertório mais estilizado e eletrônico.

Público-alvo:
Músicos, Dançarinas(os), bailarinas(os), estudiosas(os) e qualquer pessoa interessada pelo ritmo e estéticas negra ou de matriz africana. Para os músicos, é pedido que levem seu próprio instrumento para enriquecer a troca de experiências no dia.

PERNAMBUCO CRIATIVO – O Programa tem origem no convênio assinado em 2012 entre a Fundação de Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e o Ministério da Cultura (MinC), através da Secretaria de Economia Criativa. Foi criado com a finalidade de promover ações de formação para o desenvolvimento e fortalecimento da Economia da Cultura no Estado.

SERVIÇOS 
OFICINA DE MÚSICA E DANÇA MOÇAMBICANA COM CHENY WA GUNE E XIXEL LANGA
Local de realização: Museu de Artes Afro-Brasil Rolando Toro – MUAFRO
R. Mariz e Barros, 328 – Recife
Data: dia 22 de novembro de 2018
Oficina de Dança, das 9h às 12h
Oficina de Música, das 14h às 17h

As oficinas são abertas ao público e gratuitas. Interessadas(os) devem encaminhar sua inscrição por e-mail: dancaformacao@gmail.com

Programa Pernambuco Criativo
Assessoria de Dança – Gerência de Política Cultural
dancaformacao@gmail.com
81 3184 3077

Fonte: http://www.cultura.pe.gov.br
2018-11-22T10:57:25+00:00 novembro 19th, 2018|Notícias|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário