ROQUE SANTEIRO

Em seu ateliê no município de Petrolina, no Sertão de São Francisco, Roque Gomes da Silva, mais conhecido como Mestre Roque Santeiro, dá vida a madeira através da criação dos seus santos. Logo no início da carreira, a especialidade do mestre era fazer carrancas, mas isso mudou com o passar do tempo, após o mestre se apaixonar pela arte sacra.

“Minha história com as carrancas começou quando eu fui fazer um trabalho da escola sobre o Rio São Francisco, onde eu encontrei a história das carrancas, daí isso me despertou a curiosidade em encontrar um artesão que soubesse fazer a peça”. Na época, com 15 anos de idade, Roque conheceu o artesão Da Silva, que ofereceu um emprego a ele como lixador de carrancas. Curioso, o mestre passou a analisar detalhadamente como se fazia uma carranca e passou a produzir as suas próprias.

“Foi nesse emprego que eu comecei a lapidar e a acordar o artista que tava dentro de mim. Passei mais de dez anos fazendo carrancas, mas eu queria mais, porque eu tava me tornando um artista primitivo, fazendo só carranca. Daí, eu acordei pro mundo das esculturas, de preferência o da arte sacra”.

O artista reconhece que a melhor decisão que tomou na vida foi mudar o rumo das suas peças. Seus santos e anjos atingem até um metro de altura. Atualmente, Roque já conquistou clientes em todo Brasil, como também no exterior, a exemplo da Alemanha, Japão e outros países.

Participante da Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) desde a primeira edição do evento, em julho de 200o, Mestre Roque Santeiro já fez diversos discípulos. “Eu gosto muito de passar a arte para as pessoas. Eu não consigo dizer não a ninguém, eu quero que as pessoas sintam essa coisa boa que eu sinto quando faço arte. Sempre digo que a arte é como uma cicatriz, pois ela está sempre cravada na gente”.

CONTATO

Rua Cícero Pombo, 435, Centro – Petrolina

(87) 3862.2095 I 98839.2909 I 99632.4469

 

 

 

 

Texto: Yasmim Dicastro l Fotos e vídeo: César de Almeida

 

2018-09-25T10:30:18+00:00 julho 10th, 2018|Artistas de A a Z, R|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário