Troça Cariri Olindense apresenta-se no Museu do Trem

O evento, em comemoração ao Dia do Frevo e à primeira viagem de trem feita em Pernambuco, acontecerá na próxima sexta-feira (8), a partir das 13h30. O acesso é gratuito.

Para celebrar o Dia do Frevo e a primeira viagem de trem feita em Pernambuco, a Estação Central Capiba/Museu do Trem, equipamento cultural gerenciado pela Secult-PE/Fundarpe, promove na próxima sexta-feira (8), a partir das 13h30, uma mediação especial ao acervo e às salas do espaço. Sob o tema ”Trilhos e Frevos”, a atividade tem como objetivo criar um diálogo entre a temática do museu e o compositor Capiba, patrono do equipamento, estabelecendo assim uma conexão entre as datas que se comemoram a inauguração da primeira ferrovia pernambucana e o Dia do Frevo em nosso Estado, respectivamente os dias 8 e 9 de fevereiro.

“A ideia é abordar a história do transporte ferroviário, com ênfase na inauguração da primeira ferrovia pernambucana, em paralelo com a história e a musicalidade do frevo. Para isso, vamos usar várias canções do Capiba durante a visita guiada aos espaços do Museu do Trem, como ”É hora de frevo”, “De chapéu de sol aberto”, “Oh, Bela”, “Cala a boca, menino”, “Frevo e ciranda” e “Trombone de Prata”, conta Márcia Chamixaes, gestora do equipamento cultural.

A atividade é aberta ao público e, além da mediação especial, contará com a participação da Troça Carnavalesca Mista Cariri Olindense, a partir das 15h. “Cariri é uma das agremiações mais bonitas e tradicionais do nosso Carnaval. Patrimônio Vivo do Estado, a sua participação abrilhantará ainda mais o nosso evento, com seu autêntico frevo de rua”, diz Chamixaes.

Dia do Frevo
O Dia Nacional do Frevo é comemorado oficialmente em 14 se setembro. Mas em Pernambuco, grande berço do ritmo, o estilo também recebe grande homenagem no dia 9 de fevereiro. A data marca a primeira vez que o termo foi publicado, em 1907, no Jornal Pequeno (Recife). Em 2019, o ritmo – que já foi declarado em 2012 como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela ONU como e Patrimônio Cultural do Brasil, título concedido em 2008 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) – comemora 112 anos.

Primeira ferrovia pernambucana
Neste ano, celebra-se o 161º aniversário de inauguração da primeira ferrovia de Pernambuco. O trecho, que foi inaugurado no dia 8 de fevereiro de 1858, possuía 31,5 km e ligava o Recife (partindo da Estação Cinco Pontas) à Vila do Cabo, sendo a primeira etapa da Recife and São Francisco Railway. Inaugurada quatro anos após a Estrada de Ferro Petrópolis (Rio de Janeiro), a ferrovia pernambucana é a segunda do país.

Cariri
Patrimônio Vivo do Estado desde 2015, a Troça Carnavalesca Mista Cariri é uma das mais antigas agremiações do Carnaval de Olinda. Fundada no dia 15 de fevereiro de 1921, abre os festejos de Momo na cidade desfilando sempre às 4h da madrugada do Domingo de Carnaval. Sua sede fica na Praça Conselheiro Miguel Canuto, no Guadalupe, e seu nome é uma homenagem ao velho “Cariri”, apelido de um antigo vendedor do Mercado de São José, no Recife, que até hoje continua como símbolo da troça.

Serviço
“Trilhos e Frevos”, com a participação da Troça Carnavalesca Mista Cariri
Quando: 8/2 (sexta-feira), a partir das 13h30
Onde: Estação Central Capiba/ Museu do Trem do Recife (R. Floriano Peixoto, s/n – São José, Recife – PE)
Acesso gratuito

 

 

 

Fonte: http://www.cultura.pe.gov.br

 

2019-02-07T09:09:45+00:00 fevereiro 7th, 2019|Notícias|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário