V VerOuvindo abre inscrições para oficina e masterclasses em cinema e acessibilidade

Atividades são gratuitas e serão realizadas de 26 a 28 de abril, dentro da programação da I Jornada VerOuvindo, com temas de audiodescrição, legendas para surdos e ensurdecidos, Libras e cinema como inclusão

A quinta edição do Festival VerOuvindo conta com incentivo do Governo de Pernambuco, através do Funcultura

Estão abertas as inscrições para a masterclasses e a oficina gratuitas sobre acessibilidade comunicacional no cinema que acontecerão durante o V VerOuvindo: Festival de Filmes com Acessibilidade Comunicacional do Recife. A iniciativa faz parte da Jornada VerOuvindo, novidade que reunirá também comunicações orais e relatos de experiência sobre acessibilidade no audiovisual e em outras linguagens artísticas. A inscrição é gratuita e pode ser feita no site do festival, que mais uma vez conta com incentivo do Governo de Pernambuco, através do Funcultura.

Para Liliana Tavares, idealizadora e coordenadora do Festival VerOuvindo, a quinta edição consolida o único festival de acessibilidade do país com premiação para audiodescritores e foca na necessidade da formação e da troca de conhecimentos entre profissionais do cinema e da acessibilidade e do próprio público com deficiência.

As atividades formativas serão realizadas de 26 e 28 de abril e vão contar com audiodescrição e interpretação de Língua Brasileira de Sinais

“Promover um momento de troca entre estudantes e profissionais firma o VerOuvindo como espaço não apenas de exibição do cinema pernambucano e brasileiro com acessibilidade, mas também como espaço para reflexão coletiva, que colabora para expandir a discussão sobre práticas e métodos de trabalho”, reafirma Tavares.

As atividades formativas serão realizadas de 26 e 28 de abril e vão contar com audiodescrição e interpretação de Língua Brasileira de Sinais. Ao todo, serão oferecidas uma oficina e três masterclasses gratuitas para estudantes e profissionais da área, com ou sem deficiência, como produtores e diretores de cinema, tradutores intérpretes de Libras, audiodescritores, legendistas e consultores.

A Oicina de Produção de Janela de Libras, com o tradutor intérprete Carlos de Oliveira (PE) e o consultor em Libras Alessandro Vasconcelos (PE), ocorrerá nos dias 27 e 28 de abril, das 9h às 12h, na Cinemateca Pernambucana, localizada na Fundação Joaquim Nabuco (Museu do Homem do Nordeste).

O diretor do filme Organismo (2017), Jeorge Pereira (PE), promove no dia 26 de abril, às 9h, a Masterclass Pensando o Cinema como Inclusão

As masterclasses têm início no dia 26 de abril, às 9h, quando acontecerá a Masterclass Pensando o Cinema como Inclusão, com o diretor Jeorge Pereira (PE) (Organismo, 2017). No mesmo dia, a partir das 11h, o tema será Legenda para Surdos e Ensurdecidos no Audiovisual: por entre colchetes e notas musicais, com a coordenadora de acessibilidade da TV Aparecida, Flávia Machado (SP). Ambas serão na Fundação Joaquim Nabuco (Derby).

A última masterclass será no dia 28 de abril, a partir das 17h, sobre Consultoria em Audiodescrição, com a consultora em AD Elizabet Dias de Sá (MG), na Cinemateca Pernambucana, na Fundação Joaquim Nabuco (Museu do Homem do Nordeste). Todos as atividades contam com audiodescrição e interpretação de Libras.

A I Jornada VerOuvindo, programação formativa e de caráter reflexivo que ocorrerá durante o Festival VerOuvindo 2019

Pela primeira vez, as atividades formativas do VerOuvindo vêm agrupadas em uma programação paralela: é a I Jornada VerOuvindo. Além das masterclasses e oficinas, com inscrições gratuitas, a Jornada terá também os Painéis de Comunicação Oral, em que profissionais e pesquisadores irão apresentar sua produção prática e teórica na área de acessibilidade comunicacional.

No dia 26 de abril, a partir das 14h, haverá o Painel de Acessibilidade Audiovisual, com apresentação de trabalhos sobre acessibilidade no cinema, na televisão e nas plataformas de streaming. No dia posterior, 27, às 9h, será o momento do Painel AD Para Além do Audiovisual, com relatos de experiência da audiodescrição em diferentes linguagens.

O Festival VerOuvindo de Filmes com Acessibilidade Comunicacional do Recife chega à sua 5ª edição em 2019 e será realizado entre os dias 23 e 28 abril de 2019. O evento tem por objetivo principal oferecer sessões de cinema com acessibilidade comunicacional para o público com deficiência, com o uso de recursos de acessibilidade como a audiodescrição, as legendas para surdos e ensurdecidos e Libras.

Serviço:
V Festival VerOuvindo de Filmes com Acessibilidade Comunicacional do Recife
23 a 28 de abril de 2019
Região Metropolitana do Recife (Recife, Jaboatão e Vitória)
Inscrições gratuitas abertas para Oficina e Masterclasses em Cinema e Acessibilidade Comunicacional
Inscrições e mais informações aqui

Oficina de Produção de Janela de Libras para cinema, com o intérprete Carlos de Oliveira (PE) e o consultor em Libras e surdo Alessandro Vasconcelos (PE)
27 e 28 de abril, às 9h, na Fundação Joaquim Nabuco – Derby

Masterclass Pensando o Cinema como Inclusão, com o diretor Jeorge Pereira
26 de abril, às 9h, na Fundação Joaquim Nabuco – Derby

Masterclass Legenda para surdos e ensurdecidos no audiovisual: por entre colchetes e notas musicais, com a coordenadora de acessibilidade da TV Aparecida, Flávia Machado (SP)
26 de abril, às 11h, na Fundação Joaquim Nabuco – Derby

Masterclass de Consultoria em Audiodescrição (AD), com a consultora em AD e cega Elizabet Dias de Sá (MG)
28 de abril, às 17h, na Cinemateca Pernambucana, na Fundação Joaquim Nabuco – Museu do Homem do Nordeste

*Todos os espaços são livres e gratuitos, com interpretação de Libras e audiodescrição.

 

 

Fonte: http://www.cultura.pe.gov.br

 

2019-03-27T12:33:20+00:00 março 27th, 2019|Notícia em Destaque|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário